Page images
PDF
EPUB

Y.

[ocr errors]

Tudo quanto se tem dito do i se pode applicar a esta letra considerada como vogal : isto he, que tem dous sons, como ai e como i. Todos os monosyllabos que

acabão em j

tem o som de ai. Ex. My, cry,fly, etc.; pron. mai, crai, flai. O mesmo som tem o infinitivo dos verbos acabados em y. Ex. To justifjʻ, to multiply : pron. tu jóstifai , tu moltiplai.

Excepções. — Os infinitivos acabados em ci e ri. Ex. To fancy, to hurry tem o som de i.

Esta vogal tem o som de ai quando vai seguida de e mudo que termina a syllaba. Ex. Thyme, rhyme e pron. taime, raime. Tambem quando termina huma syllaba accentuada. Ex. Buying, cyder : pron. bainn, çaider.

Tem o som de i quando termina huma palavra composta de mais de huma syllaba. Ex. Vanity, charity, majesty : pron, vann-i-li, char-i-ti,

-djesti: . Não ha huma palavra, verdadeiramente ingleza, que acabe en i; e muito poucas que acabem em outra vogal que não seja y

Na conversação o go final de my se pronuncia i, v. g. my wife : mi uaife.

W.

Esta letra, que os Inglezes pronuncião dobliú (u duplo), considerada como vogal , sempre tem no fim das palavras o som de u, com poucas excepções. Assim, few, bowl, sow (semear), town, etc.: pron. fiu, boul, sou, tuunn: porêm bow, crow, elbow, etc.: pron, bổ, crổ, el-bo.

REGRAS

PARA CONHECER O LUGAR DO ACCENIO TONICO.

Posto que seja impossivel ensinar por meio de simples regras a pronunciação de qualquer lingua , e mui particularmente da ingleza, cuja orthographia he a mais disparatada de quanlas existem , he todavia possivel indicar com sufficiente exacção o lugar do accenlo tonico. Eis aqui as regras que dá S. Johnson, que são as mais obyias

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

se bem que offereção algumas excepções que só o uso pode ensinar, e que se acharão nos Diccionarios de Walker, Jones e outros, em que vem marcado o dito accento.

1. Disyllabos com desinencia affixa , tem o accento na penultima. Ex. Chi'ldish, king'dom, acted, toi'lsome, lo'ver, ze'alous, artist.

2. Disyllabos formados por huma syllaba prefixa ao radical, tem de ordinario o accento na ultima , v. g. bege't, besto' w.

3. Quando o disyllabo he nome, tem de ordinario o accento na penultima , e sendo verbo, na final, v.g. a de' scant, to desca'nt, a co'ntract, to contract , a cement, to ceme'nt. Esta regra tem muitas excepções, v. g. delight e to delight, perfume e to perfume, que tem o accento ambos na final.

4. Todos os disyllabos terminados em y, como cra'nny ; em our',

como la'bour, sa'vour; em ow, como wi'llow, wa'llow (excepto allo'w); em le, como ba'ttle, bi'ble ; em ish, como ba'nish; em ck, como ca' mbrick, ca'ssock; em ter, como ba'tter; en age, como cou'rage; em en, como fa'sten; em et, como qui'et , tem o accento na penultima.

5. Disyllabos em er tem o accento na penultima. Ex. canker, bu'tter.

6. Verbos disyllabicos terminados por letra consoante e e final, v. g. compri'se, esca'pe; ou terminados por diphthongo, com ou sem e inudo final, v. g. appea'se, reve'al; ou terminados

por

duas consoantes, como atte'nd, tem o accento na final.

7. Nomes disyllabicos cuja ultima syllaba encerra diphthongo, tem de ordinario o accento na final; ex. applause. Exceptuão-se os vocabulos terminados em ain; ex. ce'rtain, mo'untain.

8. Trisyllabos formados pela adjuncção de syllaba prefixa ou suffixa, conservào v accento do radical ; ex. lo'veliness, te'nderness, con'temner, wa'ygoner, phy'sical, bespa'tter, co'mmenting, comme'nding, assu'rance.

9. Trisyllabos terminados em ous, al, e ion, tem o accento na primeira syllaba ; ex. gra'cious, a'rduous, ca' pital, me'ntion.

10. Trisyllabos terminados em ce, ant, ent, ate, tem a

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

como

primeira accentuada ; ex. cou'ntenance, continence, d'rmament, i'mminent , elegant, pro'pagate. Exceptuão-se as palavras derivadas de radicaes que tem o accento da ultima , v. g. connivance, acqua'intance, ou naquellas em que a syllaba medial he formada de huma vogal seguida de duas consoantes, v. g. promu'lgate.

1. Trisyllabos terminados em y tem a primeira accentuada ; ex. e'ntity, li'berty, victory, su'bsidy, specify. Tem algumas excepções particularmente nos verbos, v.g. testify:

12. Trisyllabos terminados em re on le tem o 'accento na primeira; ex. lé'gible, the’atre. Exceptua-se di'sciple, e alguns termos em que entra preposição, v. g. example, epistle (ex, ep).

13. Trisyllabos terminados em udle tem de ordinario o accento na primeira , v.g. ple'nitude.

14. Trisyllabos terminados em ator, como crea'lor ; ou cuja syllaba medial he diphthongo, como endea' your, ou que tem vogal seguida de duas consoanles, dome' stick , tem o accento na syllaba do meio.

15. Trisyllabos que tem a ultima accentuada , são de ordinario tirados do francez, v. g. acquie'see, magazi'ne, reparte'e, ou são palavras compostas de hum radical com vogal aguda , e de huma ou duas syllabas prefixas; ex. immatu’re, overcha'rge.

16. Polysyllabos que tem mais de tres syllabas conservão o accento das palavras radicaes, v. g. a'rrogating, co'ntinency , inco'ntinently, comme'ndable, commu'nicableness. Deve pois pronunciar-se dispu'table, indispu'table, advertisement.

17. Polysyllabos terminados em ion tem o accento na antepenultima, v. g. conco'ction, salva'tion, perturba'tion; em ator, na penultima, v.g. dedica'tor.

18. Os terminados em le tem de ordinario o accento na primeira ; ex. amicable , excepto se a segunda syllaba consta de vogal antes de duas consoantes, como em combu'stible. 19.

Os terminados em ous e em ty tem o accento na antepenultima; ex. volu'ptuous, uxoʻrious, pusillani mity, activity.

[ocr errors]
[ocr errors]

DOS DIPHTHONGOS E TRIPHTHONGOS.

ocean.

.

.eu

.

ew

.

Diphthongo he a união de duas vogaes, que se pronuncião de hum jacto de voz e formão huma syllaba.

Os diphthongos são numerosos na lingua ingleza. Podemse dividir em proprios e improprios. Os proprios são treze. ea Exemplo

Pron. Ôxeann. feud.

fiud.
jewel.

djúel
ey
der.

dei.
ia
poniard.

pónhiard.
ie
spaniel.

spâniel.
io
question.

cuestionn.
oi
voice.

voice.
pound.

paund.

nau.
oy
boy

bói.
ua
assuage.

assuédje.
ue

mansuetude. mannsiuetiud. ui languid.

lánguid.

[ocr errors]

.

[ocr errors]

ou

[ocr errors]

now.

.

[ocr errors]
[ocr errors]
[merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small]

DOS DIPHTHONGOS PROPRIOS.

EA.

de a.

O som regular d'este diphthongo he ie ou ia, o a mui surdo. Ex. Fear, tear, hear, etc. : pron. fier, tier, hiér. Porên as excepções são muito numerosas, nas quaes este diphthongo se pronuncia e.

To read, pron. tu rid; mas o participio e o preterito read, pron. red. Nas palavras heart, hearty, hearken, hearth, tem o som

EU, EW. Estes diphthongos se pronuncião como iu. Ex. Feud, deuce , few, new; pron. fiud , diuce, fu, niu.

10. Nas numerosas terminações em ion precedidas d'huma consoante, excepto set, como em million, minion, clarion, etc., as duas vogaes se pronuncião claramente, ainda que ellas não formào senão huma syllaba; mas as terminações em tion e sion se pronuncião como o verbo to shun. Ex. Question, convulsion, pron. kués-txon, con-vol-xon.

A palavra cushion, pron. cu-xin; e marchioness, pron. mar-cho-ness.

OI. Este diphthongo não tem difficuldade ; pronuncia-se como se escreve. Ex. Boil, point, etc.; pron. -il, po-int.

Excepções. – Tortoise, turquoise , shamois : pron. tortisse, turquisse, sami.

OU. Este he o diphthongo mais irregular da lingua ingleza. O son mais geral he au. Ex. Bound, found, ground, etc.; pron. baund, faund, graund.

0 2° som he ó. Ex. country; enough, double, pron. conIri, énof, dóbl.

0 3° som he de u, particularmente nas palavras tomadas do francez. Ex. Surtout, rendez-vous, ragout, etc. Seguem

e

« EelmineJätka »