Page images
PDF
EPUB

Penny,

Singular.

Plural.
Lamina, Lamina. Laminæ, Laminas.
Louse,
Piolho.
Lice,

Piolhos.
Man,
Homem. Men,

Homens.
Medium, Meio.

Media,

Meios. Memorandum, Nota, memoria. Memoranda, ou Notas, memorias.

memorandums,
Metamorphosis, Metamorphose. Metamorphoses, Metamorphoses.
Mouse,
Rato.
Mice,

Ratos.
Ox,
Boi.
Oxen,

Dois.
Penni (moeda in- Pence,

Pennis.
gleza).
Phenomenon,
Phenomeno.

Phenomena, Phenomenos.
Pea,

Ervilha. Peas, ou Pease, Ervilhas.
Radius,
Radio.
Radi,

Radios.
Stamen, Estame das flores. Stamina, Estames.
Stratum,
Strato.
Strata,

Stratos.
Tooth,
Dente.
Teeth,

Dentes.
Vortex,
Redomoinho. Vortices,

Redomoinhos.
Woman,
Mulher. Women,

Mulheres. 6a Tudo o que a natureza ou a arte tem feito multiplo ou duplicado, não tem singular, como: Alms,

Esmola. Minutiæ, Bagatellas. Annals, Anpaes.

Mathematics, Mathematica. Antipodes, Antipodas. Metaphysics, Metaphysicą. Ashes, Cinzas. Qals,

Avêa.. Bellows, Folles.

Optics, Optica. Breeches,

Calções. Politics, Politica. Bowels, Tripas.

Scissars,

Tesouras.
Cresses,
Agriões. Shears,

Especie de tesou-
Dregs,
Fezes.

ras grandes.
Entrails, Entranhas. Snuffers, Espivitadeira.
Ethics, Ethica, moral. Thanks, Agradecimentos.
Literati,
Literatoz.
Tongs,

Tenazes.
Lungs,
Bofes.
Wages,

Soldada, salario.

ga Muitos nomes não tem plural : taes são os de virtudes, vicios, habitos, metaes, liquidos, e muitas hervas, e especies de grãos. Barley, Cevada. Progress, Progresso. Business, Negocios. Rubbish, Entulho. Darkness,

Obscuridade. Spinach, Espinafres. Food,

Alimento. Strength, Força. Knowledge,

Conhecimento. Wheat, Trigo. Learning,

Sciencia. Wealth, Riqueza. Parsimony,

Parsimonia. 8a Podem-se usar indifferentemente no singular e no plural, sem mudança alguma, os nomes seguintes:

[merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]

Os Inglezes tem dois modos de expressar o que os Latinos chamão genitivo.

1° Ajuntando hum s precedido d'hum apostropho, antepondo-o ao substantivo que o rege, todas as vezes que a oração exprime possessão ou propriedade de alguma cousa. Illustrarei esta Lição com grande numero de exemplos.

O chapeo de Ricardo : Richard's hat (2).
A vida d'hum homem sabio: A wise man's life.

As luvas da minha irman : My sister's gloves. Para não se enganar nestas inversões, deve-se principiar pondo : 1° o artigo the (quando este possa empregar-se segundo o explicado na primeira Lição) ou o pronome possessivo, se o houver; 2o deve seguir o nome do

possuidor; 3o o apostropho com o s, e ultimamente a cousa possuida. 14 3

2 3 4 O jardim da senhora : The lady's garden. 3

3 A generosidade de Guilherme: William's generosity.

2

I

2

[ocr errors]

I

2

(1) O carneiro que se serve a mesa para comer chama-se mullon ; a vacca, beef; o porco, pork; e a vitella, veal.

(2) Tambem se diz algumas vezes : a hat of Richard's, etc.; porém isto he como se disseramos; one of the hals of Richard, hum dos chapeos de Ricardo.

3 1

2

I

2

3 4

I

2

[ocr errors]

4 A mulher de meu irmão: My brother's wife. A mesma regra deve observar-se a respeito do plural. 4 3

3 4 O regimento do general: The general's regiment. 4 3 2

3 4 Os regimentos do rei : T'he king's regiments (1).

Nunca se usa d'esta inversão com os adjectivos empregados como substantivos.

2

I

[ocr errors]

2

EXEMPLO.

A felicidade do malvado he transitoria :

The happiness of the wicked is but transitory.
Não se deve dizer : The wicked's happiness.

Quando ha varios genitivos seguidos, ajunta-se a cada hum d'elles hum s precedido do apostropho, e faz-se a construcção retrogradando.

EXEMPLO.

1

2

I

2

8
7

6.5 4 3
O cavallo do criado do filho do general :

3 4 5 67 8 The generals son's servant's horse. The king of England's court:

A corte do rei de Inglaterra. The emperor of Germany's O edicto do inperador de edict :

Alemanha.

:

's

(1) Não se poderia dizer : the regiments of the king. « He preciso, diz o conde Du Roure, que tem illustrado Grammatica de William Cobbett com muitas notas, ter estudado muito tempo a lingua ingleza, e ter formado o gosto para saber quando convem empregar o signo of, com preferencia ao signo 's. O certo he que

caracteriza mais essencialmente a idea de propriedade , e de possessão. Em todos os outros casos of tem quasi sempre mais energia. Quando

o ministro Carlos Fox se abalançou a dizer pela primeira vez : The Majesty of the People; esta expressão chamou a attenção d’hum modo singular. Se else tivesse dito: The People's Majesty, provavelmente teria feito rir o auditorio.»

Cobbelt diz o seguinte, á cerca do uso dos dois modos do geni tivo : « And, as to when one mode of expression is best, and when the other, it is a matter which must be left to taste. » Que tradu· zido em substancia quer dizer : «O gosto he quem deve determinar quando he melhor usar antes d'hum que d'outro modo. »

Ainda que seja a regra geral, que para fazer uso d'estas inversões com o

apostrophado, deve tratar-se de entes animados e de possessão, ha com tudo algumas excepções a esta regra ; entre outras, quando se trata de hum espaço de tempo, ou de determinada distancia.

e

EXEMPLO.

[ocr errors]

Meu irmão ha de voltar dentro d’hum anno:
My brother will come back in a year's time.
Estavamos em distancia do inimigo hum dia de marcha:
We were only a day's march from the enemy.

Todas as vezes que em portuguez se usa da palavra casa, como para dizer : vou a casa de minha irmã; venho de casa de meu irmão; hontem pela noute ceei em casa de meu primo, etc., devem traduzir-se estas phrases do modo seguinte : I am going to my sister's; I come from my brother's; I supped last night at my cousin's, etc. Nestes exemplos, e outros semelhantes, se poderia, querendo, acrescentar house (casa), que se subentende.

Algumas vezes ajunta-se hum s no fim do nome, em lugar do pronome demonstrativo.

[ocr errors]

EXEMPLO.

A vossa casa he mais elegante que a do senhor Martinho: Your house is more elegani than Mr. Martin's.

O's depois de Martin equivale a that of, a (casa) do.

Não se põe o s no plural dos nomes que acabão na dita letra ; põe-se só o apostropko.

EXEMPLO.

[ocr errors]

As tendas dos soldados : The soldier's tents. A simples anteposição de hum substantivo ao outro que em portuguez regę o primeiro, faz as vezes de genitivo.

Não se põe o 's apostrophado, porém invertem-se simplesmente as palavras:

1° Quando o segundo nome exprime a materia de que se compõe a cousa expressada pelo primeiro nome, como:

Hum chapéo de palha : A straw-hat.
Hum relogio d'ouro : A gold-watch.
Huma colher de prata :

A silver-spoon.

2° Quando o segundo nome denota o emprego da cousa designada pelo primeiro nome, como: Hum barrete de dormir de noute: A night-cap. Hum collar de cão:

A dog-collar. Hum mestre de escola :

A school-master. 3o Quando o seguindo nome expressa a natureza, ou a specie da cousa designada pelo primeiro nome, como: Peixe de rio :

River fish. Agua de mar:

Sea-water. Cobra de cascavel:

Rattle-snake. 4° Quando o segundo nome designa cousa da qual faz parte o objecto que expressa o primeiro, como : A janella do quarto :

The chamber-window. A porta do quintal:

The garden-gale. O cabo do machado:

The ax-handle.

[ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]

:

Os adjectivos inglezes nunca mudão a sua terminação; e assim se diz: Negociante rico :

A rich merchant. Huma senhora rica :

A rich lady. Negociantes ricos :

Rich merchants. Senhoras ricas:

Rich ladies. O adjectivo em inglez precede sempre o substantivo, ainda que haja muitos adjectivos seguidos : V. &. Hum homem sobrio, hon- A sober, honest, and indusrado, e industrioso:

trious inan, Pode-se tambem supprimir a conjunção and a sober, honest, industrious man.

Se o adjectivo for seguido de expressão que depende d'elle, pospõe-se ao substantivo; v. g. He huma acção digna de It is an action worthy of recompensa :

reward,

[ocr errors]
[ocr errors]
« EelmineJätka »